"Direcione sua visão para o alto, quanto mais alto, melhor. Espere que as mais maravilhosas coisas aconteçam, não no futuro, mas imediatamente. Perceba que nada é bom demais para você. Não permita que absolutamente nada te impeça ou te atrase, de modo algum."
( Eileen Caddy )

21 de ago de 2011

Folclore - atividades realizadas com as crianças


Boto Rosa:
Bolinhas de papel de crepom Rosa e Azul





                                               " Durante o dia ele é boto,
                                      à noite é um moço."


VEJA ESSA DICA DO BOTO ROSA FEITO DE FIGURAS GEOMÉTRICA 

Bicho - Papão

História

Desci do telhado para me apresentar.
Sou um monstro peludo e grandalhão.
Tenho olhos vermelhos cor-de-fogo.
O meu nome é bicho papão.

Á noite vou buscar crianças teimosas que na hora de dormir querem brincar.
Subo no telhado e entro no quarto.
Fico atrás da porta até a hora de atacar.

Sou um bom comilão.
Tenho muito apetite.
Antes de Assombrar, na cozinha faço uma visitinha.

Mas não sou malvado, não.
Vou mostrar a cantiga que pode me espantar.

Bicho-papão,
sai de cima do telhado.
Deixa o(a):.............
Dormir sossegado (a).

Confecção do Bicho-Papão com as crianças do CEI, pintinhas do corpo com os dedinhos.




No dia seguinte assistimos ao DVD Monstros S.A

EMEI


Na EMEI com o mesmo Painel as crianças ouviram a história e em seguida  fizemos a roda de conversa, algumas deram  depoimentos dizendo o que sabiam do bicho-papão.



História: O Saci da Garrafa


Esse consegui capturar depois de muita travessura,





Moleque danado, 



 Não me olhe assim...




 Você conseguiu fazer bagunça em todos os lugares




Daí você não sai mais!!!!!!!




Saci de EVA dentro da garrafa PET 2 litros, as crianças adoraram ver o saci na garrafa.




Curiosidade:





O Saci-Pererê é uma lenda do folclore brasileiro e originou-se entre as tribos indígenas do sul do Brasil.
O saci possui apenas uma perna, usa um gorro vermelho e sempre está com um cachimbo na boca.
Inicialmente, o saci era retratado como um curumim endiabrado, com duas pernas, cor morena, além de possuir um rabo típico.
Com a influência da mitologia africana, o saci se transformou em um negrinho que perdeu a perna lutando capoeira, além disso, herdou o pito, uma espécie de cachimbo e ganhou da mitologia européia, um gorrinho vermelho. ( Brasil Escola)

Nenhum comentário: